Esperança de mudança, por Teresa Bergher

  • Ter, 18 de Dezembro de 2018 22:47
  • teresa-bergher-foto-01

    Que o seu Natal seja de encontro, solidariedade e muito amor na família.

    Estamos a poucos dias do Natal, maior símbolo de amor e fraternidade cristã. Às vésperas de um Ano Novo cheio de expectativas com relação aos governos que assumem em nosso estado e em nosso país. Me associo a este momento e penso que é a hora perfeita para, junto com a esperança de tempos melhores, fazermos uma reflexão sobre nossos erros e acertos. Costumamos ser muito críticos em relação aos defeitos alheios e, por vezes, esquecemos de analisar nossos próprios equívocos. Este, portanto, é um ótimo momento para assumir alguns compromissos. Como, por exemplo, o de tentar ao máximo ajudar os que têm menos que nós; nos esforçarmos para esquecer nossos próprios problemas e pensar no bem comum; refletir se não podemos manter com outras pessoas as relações de amor e fraternidade que temos com nossa família e com nossos amigos.

    Vivemos, sem dúvida, tempos muito difíceis. A crise econômica está gerando efeitos perversos no dia a dia de todos nós, com a perda ou enfraquecimento de valores como a generosidade e a solidariedade; a crise moral, que envolve parte da classe dirigente e contamina a sociedade, exige que as pessoas de bem reajam.

    Este, portanto, é o meu desejo de Natal: que não nos deixemos envolver pelo pessimismo e nos mobilizemos para construir uma sociedade melhor. Que o seu Natal seja de encontro, solidariedade e muito amor na família.

    Esperança de mudança, por Teresa Bergher