Caos total no Rio, por Teresa Bergher

  • Qua, 13 de Fevereiro de 2019 16:40
  • caos-rio-de-janeiro-chuvas-2019

    Vereadora aconselha prefeito do Rio a ter bom senso e responsabilidade.


    As fortes chuvas, que caíram sobre o Rio, e que levaram a 7 mortes, mostraram que a cidade está totalmente despreparada para situações como esta. O mais grave é que a Prefeitura reduziu o orçamento para o controle de enchentes em 71%, em relação ao governo passado, ou seja, os investimentos caíram de 529 milhões para 152 milhões. Uma irresponsabilidade! Na ocasião, denunciamos ao Ministério Público e a imprensa chegou a divulgar. No entanto, tudo ficou na mesma. E agora prefeito? Cabe à população agradecer o aumento abusivo do IPTU, sem qualquer retorno para a sua qualidade de vida?
    O governo Crivella precisa refletir, fazer análise crítica e investir na prevenção. Não basta apenas suspender as aulas da rede municipal diante da previsão de novas chuvas fortes. Enchentes, neste período do ano, fazem parte da história da cidade. Numa questão parece que o Prefeito resolveu concordar comigo: a ciclovia Tim Maia, que já desabou em três trechos diferentes, deve ser demolida o quanto antes, para que não faça mais vítimas e venham a se somar às duas mortes ocorridas no primeiro desabamento em 2016. A empresa, responsável por sua péssima é frágil construção, deve devolver ao erário os 45 milhões que recebeu do município para a sua construção. Este é o propósito de nossa ação judicial movida há quase três anos.
    Espero, prefeito, que após tantos problemas que poderiam não ter acontecido, inclusive vidas, que o senhor se recolha em 2020 e não pense em participar de eleições! Bom senso e responsabilidade farão muito bem à cidade.

    O primeiro momento é de comoção e perplexidade diante da trágica interrupção dos sonhos de 10 jovens atletas. Logo a seguir vem a certeza de que existem culpados. Infelizmente começou o famoso jogo do empurra: dirigentes do Clube de Regatas do Flamengo, Corpo de Bombeiros e Prefeitura. Penso que todos têm a sua parcela de responsabilidade e devem pagar rigorosamente por sua omissão e falta de valor dado à vida

    Caos total no Rio, por Teresa Bergher