Nossa saudação às mulheres neste 8 de março de 2019

  • Sex, 08 de Março de 2019 19:44
  • mulher-carioca-site

    Depoimentos de Teresa Bergher, presidente, e dirigentes partidárias do PSDB Carioca, deputada Lucinha e Luiz Paulo

    Teresa Bergher – presidente do PSDB Carioca: #juntassomosmaisfortes

    O Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, marca uma história de lutas e reivindicações femininas sociais e políticas. O momento é desafiador! O feminicídio, que parece ter virado epidemia, com mortes violentas todos os dias é assustador: uma brasileira é estuprada a cada 10 min e 536 são vítimas de violência a cada hora. Temos o que comemorar? Com otimismo digo que sim. O Tempo é nosso e muitas conquistas virão! Juntas somos cada vez mais fortes. Que o Divino abençoe todas as mulheres com a benção da sabedoria, da coragem, da força e do amor. E por que não estender estas bênçãos a todos os homens que amam e respeitam as mulheres?#diainternacionaldamulher#reconhecimento#luta#lutadamulher#mulheres#empoderamento#força#coragem#mulheresunidas#contraofeminicídio#juntassomosmaisfortes

    Luciane Marquesan, tesoureira, e Lurdinha Henriques, secretária geral, dirigentes do PSDB Carioca: #vamosàluta

    Neste 8 de março de 2019, Dia Internacional da Mulher, precisamos reafirmar nossas conquistas, mas refletir, profundamente, sobre o recrudescimento da violência que tanto tem ferido e infelicitado as mulheres de todos os lugares, idades, origens. O ambiente de ódio que domina o mundo e, particularmente o Brasil e o Rio de Janeiro, tem-se refletido em ações como estupros, inclusive virtuais, importunação sexual, agressões de todos os tipos, tortura, chegando a homicídios. Em ambiente hostil e de ódio, somos as mais atingidas, juntamente com crianças e idosos. Momento de renovar forças e lutar. Luta longa e difícil. Reverberando Miriam Leitão, hoje no Globo: "Na luta, a gente se encontra."

    Leia mais: https://blogs.oglobo.globo.com/miriam-leitao/post/o-que-mulheres-querem-e-igualdade-nada-menos-nada-mais.html

    Deputada Estadual Lucinha:#vamosacabarcomaviolência

    Na minha história de vida sempre estive ao lado dos mais fracos e mais desprotegidos. Portanto, neste 8 de março, quero reforçar minha disposição para estar ao lado das mulheres, que têm sofrido agressões de todos os tipos, chegando a homicídios. Os números explodem nesta época de tanto ódio e de tanto desrespeito ao ser humano. Disposição para a luta nunca nos faltou. Este é o nosso lado: o dos que sofrem.

    Deputado Luiz Paulo, líder do PSDB na ALERJ:#igualdade#respeitoàs diferenças

    As mulheres lutam há muitos e muitos anos pelo direito à igualdade. É luta que não acaba. Atravessou séculos e ainda há muito o que fazer. Em momentos difíceis como os que vivemos, com uma certa insanidade atingindo as pessoas e tornando toda e qualquer divergência numa guerra, essa violência incontrolada volta-se fortemente contra as mulheres, tornando suas vidas um grande risco. Temos visto isso nas estatísticas com frequência divulgadas. E seu crescimento em tempos que deveriam, numa evolução natural da civilização, ser decrescentes é fato inegável. Afinal, estamos numa civilização avançada na ciência, na tecnologia, com avanços incríveis em inteligência artificial, na comunicação global e vai por aí. No entanto, na questão da discriminação de gênero e outras, precisamos caminhar muito. Por isso, tratamos este dia como Dia de Luta, que deve estender-se para todos os dias de todas as mulheres. E que os homens de bem se incorporem de corpo e alma a ela para o bem da humanidade.

    Faço uma saudação especial às mulheres tucanas da direção do PSDB Carioca e à deputada Lucinha, companheira, também, de longos anos de luta pela democracia e pela justiça social, outra batalha a ser continuamente travada.

    Nossa saudação às mulheres neste 8 de março de 2019